segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Cozido à portuguesa à moda das Furnas

O tempo mais frio convida a comidas mais reconfortantes. É o caso do cozido que é sempre muito apreciado cá em casa e que foi o nosso almoço de ontem,domingo. Vou postar esta receita a pedido da minha amiga Manecas. Confesso que nem me passava pela cabeça por isto,mas como é feito de maneira um pouco diferente ( à moda das Furnas) decidi fazer-lhe a vontade. Pode acontecer também que não conheçam esta versão.
Para quem não sabe, as Furnas são uma região altamente vulcânica da minha ilha,onde se fazem cozidos fabulosos enterrados no solo .O calor do terreno coze lentamente a comida que,ao fim de 6 ou 7 horas está pronta a ser degustada. Já tive oportunidade de postar aqui
Chamo-lhe à moda das Furnas,porque não utilizo água nenhuma.
Faço assim:

Numa panela de pressão forro o fundo com folhas de couve:

Depois coloco cantos de repolho ( cozem mais rapidamente se forem cortados), inhame e as carnes que foram previamente temperadas com um pouco de sal grosso.


Em seguida preparo os enchidos. Aqui gostamos de usar chouriço de carne,chouriço mouro,morcela e farinheira. Envolvo-os sempre em papel de prata para não correr o risco de  rebentarem.

Coloco depois  as batatas inglesa ,doce e batata-abóbora e ainda cenoura.
Cubro tudo com mais folhas de couve. Polvilho com umas pedrinhas de sal ( muito pouco).

Leva-se ao lume a cozer e quando começa a rodar o pivô da panela, reduz-se o lume para o mínimo e contam-se exatamente 45 minutos. Ao fim deste tempo está pronto.

Fica tudo cozido no "ponto" certo,não fica "aguado" e o sabor está todo concentrado. Espero que gostem.
(Amiga Manecas,agora não tens desculpas para não fazeres este prato delicioso!)

40 comentários:

  1. Amiga! Obrigada , pelas linda fotos e pela explicação, como se faz o cozido das Furnas ( sem ir às Furnas ) :):)
    Continuação de boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Adorei o post e adorei a receita
    boa semana
    beijos

    ResponderEliminar
  3. Querida Márcia,
    com essa preparação só pode ter ficado uma delícia,
    belo cozido!
    O tempo por aqui está abafado, quente demais!

    Tenha uma semana repleta de bençãos!
    bjs ♥

    ResponderEliminar
  4. Hummmmm adoro cozido :))
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  5. Humm... quanta coisa boa em uma panela só, deve ficar muito bom!
    Uma ótima semana, bjs Oslaine.

    ResponderEliminar
  6. Gosto tanto de cozido e esse tem tanta coisa boa.
    Achei interessante não usares agua.
    bjs

    ResponderEliminar
  7. Menina que delicia, adorei a sugestão vou fazer. Tu sabes que minha mãe fazia um parecido, só que ela colocava água, e no final ela deixava só o caldo na panela e fazia um pirão com o molho. Ela deve ter trazido dai a receita os pais dela eram portugueses da Ilha da Madeira. Quero te agradecer pelos comentários carinhosos, sempre me dá muito alegria lê-los.
    Bjos linda e tenha uma semana maravilhosa.

    ResponderEliminar
  8. adoro cozido o teu esta 5* adorei mas uma pregunta diz sem agua nao agarra a penela ? acho estanho pois quando nao se mete agua agarra o fundo bem seija como for eu adorei bjs bs

    ResponderEliminar
  9. Márcia que coisa tão boa!!!A minha pergunta é também a da Isa, não colocas água na panela? São as couves que libertam a água?
    Obrigada por partilhares, já me estou a ver fazer um cozidinho à moda das furnas no próximo fim-de-semana:)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Olá Márcia
    Adorei a sugestão e confesso que essa da folha de alumímio nunca me tinha ocorrido.
    Obrigada.
    Um beijo da
    Teresinha

    ResponderEliminar
  11. Márcia que prato fantástico! Muito saboroso, gostei muito!
    Bjs
    Mel

    ResponderEliminar
  12. Márcia,
    Adorei o teu cozido. Não conhecia essa forma de fazer cozido sem água...
    Uma ideia e uma receita muito original!!!

    Como és uma pessoa original e especial, deixei uma coisinha para ti no meu blog. :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. Que maravilla de plato Marcia, invitame a comer la proxima vez¡¡¡, jajaj, besos

    ResponderEliminar
  14. Querida Márcia, muito obrigada pela partilha!! Sempre tive curiosidade como se fazia o famoso cozido das furnas, mas com esta explicação tão pormenorizada da versão "caseira" tenho mesmo de convidar o meu irmão para vir cá a casa comer este cozido (viveu nos Açores algum tempo e é um dos pratos que mais sente saudades de comer).

    beijinhos!

    ResponderEliminar
  15. Que delícia.
    Eu já vi fazer esse cozido, mas custou-me imenso o cheiro tão forte do enxofre!
    Adorei conhecer essa região.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Olá Márcia, Como vai amiga?
    Que cozido mais interessante. Eu não conhecia mas acredito que o sabor deve ser incrível. Que bom partilhou conosco. Tenha uma linda semana, viu? Beijinhos doces.
    Gracita

    ResponderEliminar
  17. Marcia bom dia amiga... Pois olha podes ter a certeza que esta amiguinha aqui vai experimentar com toda a certeza... adorei minha amiga a maneira de fazer o cozido...diferente aqui do continente... mas um dia ainda vou experimentar o que é cozido mesmo nas furnas.. me guarda!!! heheheheh

    Mega beijocas dop tamanho do infinito e mais alem

    Margarida

    ResponderEliminar
  18. adorei esta versão, não sabia que era possível fazer no fogão!
    beijinhos
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. É espectacular como mesmo as batatas ficam cozidas sem água, ou seja, ao vapor!!!
    Beijinhos, boa terça!
    Madalena

    ResponderEliminar
  20. que belo cozido. nunca fiz dessa forma.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Amei a receita!!!
    Diferente e Super Apetitosa!

    Beijos
    Andrea

    ResponderEliminar
  22. Márcia, que prato suculento..amei, deve ficar divino.
    Beijinhos
    Aninha

    ResponderEliminar
  23. Marcia adorei seu cozido, que delicioso que ficou, com variedade de legumes, e fico a imaginar os legumes com o sabor das carnes. Parece uma feijoada brasileira, mas bem mais saudável hehe. Adoro legumes e com certeza esse prato vou adorar. Beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Márcia, deixase-me cheia de vontade de comer o nsso cozido das furnas!!!
    Assim nunca tinha feito. A B. vem de fim de semana e vou experimentar a tua receita.
    Bjocas

    ResponderEliminar
  25. Márcia,

    Fiquei cheia de vontade de comer deste cozido. Por cá temos um restaurante português que faz (ou fazia) um cozido muito saboroso. Mas há anos que não o visito. Gostei de saber sobre o cozimento no quente solo vulcânico, rsrs.

    Beijo!

    ResponderEliminar
  26. Oi minha amiguinha querida.
    Hoje chegou a minha vez de te oferecer um selo lindo. tem uma brincadeira legal também. espero que goste do mimo. Um beijo com meu meu carinho
    Sua amiga
    Gracita

    ResponderEliminar
  27. Nossa Márcia que coisa mais linda!!
    Gente essa eu tenho que fazer aqui em casa.
    Hummmm que coisa mais linda..
    Eita que fiquei com água na boca..
    Eita lelê que me acabaria nessa delícia..
    Amei por demais da conta..
    Beijinhos no coração e uma noite linda viu?
    Sheila

    ResponderEliminar
  28. Querida Márcia,

    Que delicia de publicação, desconhecia essa forma de fazer o cozido e simplesmente adorei conhecer, vou ter de experimentar, de facto !

    Não sabia também o truque do papel de alumínio e a possibilidade dos enchidos rebentarem é sempre uma dor de cabeça, mesmo ! :-)

    Adorei aprender, muito obrigada por este ensinamento !

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  29. Amoooo..cozido!! Aqui em Salvador acrescentamos o pirão( com o caldo e a farinha se faz ele). Abraços. Sandra

    ResponderEliminar
  30. Adoro cozido, ainda mais agora que o friozinho chegou;)
    Beijos!

    ResponderEliminar
  31. Oi Márcia querida, tudo bem?

    Obrigada pelas visitas no meu cantinho, adoro quando te vejo por lá.

    Agora esse prato que voce fez e nos ensina, deve ser dos Deuses, pois

    tem tudo de bom e do melhor, deu até fome.

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderEliminar
  32. Oi Márcia querida!!
    Parabéns pela sugestão! Me deu vontade de saborear esse prato!
    Bjs e ótima noite.

    ResponderEliminar
  33. Um Beijo Enorme e uma Linda Quinta-Feira

    Andrea

    ResponderEliminar
  34. menina vim conhecer seu blog e adorei esse cozido...vou fazer com certeza,só não vou colocar chouriço, não curto...o que é essa batata abobora? nunca vi....vou colocar cabotian...e sem tempero nenhum? e depois não fica dificil tirar o papel alumínio? abraçso

    ResponderEliminar
  35. Obrigada, Querida Amiga e minha Fada Madrinha!!!
    Finalmente, consegui visualizar esta receita e, que tu, amavelmente, resolveste postar a meu pedido.
    Agora já não tenho mais desculpas para não fazer este nosso e tão tradicional prato.
    A minha Mãezinha vai, de certeza, orgulhar-se de mim, pois nunca me viu fazer cozido "à moda das Furnas".
    Vou surpreendê-la em breve!!!

    Um grande beijo.



    ResponderEliminar
  36. Hello!

    Thank you for this recipe! Will make it for Sunday, as it is easy and fast to make. Always practical!!!

    Love,
    C. Yorkie

    ResponderEliminar
  37. Está com um aspecto este cozido, que até me deixou a babar.
    Adoro cozido e este, está especialmente fabuloso!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar