quarta-feira, 29 de março de 2017

Risoto de cogumelos

Tenho visto receitas tão boas com risoto, mas não costumo fazer pois o meu marido não aprecia. No entanto ,não resisti a preparar um para mim quando vi a receita numa revista da Teleculinária. Com os dias ( ainda) tão frios, foi uma comida de conforto que me soube mesmo bem.



Receita ( Teleculinária de fevereiro  2017)

Só fiz metade dos ingredientes que vou dar a seguir e deu ,à vontade, para dois.

300 gr de arroz para risoto
200 gr de mistura de cogumelos
50 gr de queijo parmesão ralado
3 chalotas
3 dentes de alho
100 ml de vinho branco seco
50 ml de natas ( não usei)
2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de café de cominhos ( não usei porque não gosto de cominhos)
folhas de coentros qb ( usei salsa)
 azeite, sal e pimenta qb

Preparação:

1- Pique as chalotas e os alhos e aloure-os em azeite. Adicione os cogumelos e, quando começar a ferver, adicione o vinho. Deixe fervilhar alguns minutos.

2- Junte o arroz e cubra-o com caldo de legumes a ferver. Tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando e acrescentando mais caldo até o arroz ficar cozido e cremoso.

3- Acrescente as natas, o queijo e a manteiga, mexa e retifique os temperos. Retire do lume e sirva de seguida com folhas de salsa.


Espero que gostem.

domingo, 26 de março de 2017

Pudim de batata- doce

Desde pequena que adoro batata- doce. Assada no forno era ( e ainda hoje é) um verdadeiro pitéu. Aqui no blogue tenho várias receitas com batata- doce, desde tartes , cheesecakes, pães, etc ,mas ainda não tinha feito em pudim . Resolvi então experimentar.
























Ingredientes:

150 gr de puré de batata- doce
1 lata de leite condensado
3 ovos
raspa de um limão
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de café de canela
1 colher de sopa de farinha Custard ( ou Maizena)

Bater todos os ingredientes no copo misturador ( usei a Bimby).

Forrar uma forma de buraco com caramelo ( usei de compra), vazar lá a mistura e levar ao forno a 180º , em banho-Maria, durante 45-50 minutos.












































Servir com raspas de limão.












































Espero que gostem.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Casaquinho+gorro+fralda pintada

Resolvi sair da minha zona de conforto e fazer um casaquinho seguindo a excelente explicação da minha amiga e conterrânea Maria Teresa ( Das mãos de Teresinha). Já aqui disse que costumo fazer o mesmo modelo, apenas vou variando os pontos. Podem ver alguns exemplos aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

Desta vez, porém, decidi que estava na altura de mudar e fazer um modelo diferente. Socorri-me então do modelo muitíssimo bem explicado da Teresinha e , num instante, tinha um casaquinho que ficou bem fofinho e bonito ( modéstia à parte).  Vou mostrar a lã que usei , mas aconselho a verem os modelos tricotados pela Teresinha com um fio diferente.




A lã que usei foi esta:


Faz um trabalho muito fofinho e é até ideal para iniciantes, uma vez que nem precisa de remate e pode ser trabalhado só em meia ou só em liga ( o meu caso), pois a lã já faz o efeito pretendido.


Pintei também a fraldinha com a gatinha Marie. O desenho foi da net, mas como sabem, a gatinha é da Disney.



Usei  agulhas nº5 e utilizei os mesmos pontos que a Teresinha recomendou. No entanto, como o fio é diferente, o trabalho ficou mais pequeno, que era o que pretendia.


Espero que gostem.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Bolachinhas de parmesão

Gosto imenso de pão de queijo e por isso, quando vi estas bolachinhas que prometiam ter o gosto de pão de queijo, mas com a consistência de bolacha, resolvi experimentar. São tão boas que o problema é conseguir comer só uma ou  parar de comer. Escusado será dizer que desapareceram no próprio dia.























Receita daqui:

1 chávena de polvilho doce
5 colheres de sopa de parmesão ralado
1 colher de sopa bem cheia de manteiga
2 colheres de sopa de leite
1 ovo
 1 pitada de sal


Misture tudo até obter uma massa que descole das mãos. Molde bolinhas e achate-as com um garfo. Quanto mais fininhas ,mais crocantes ficam.

Leve-as ao forno a 180º durante 10 a 15 minutos, depende dos fornos.



Nota: vou mostrar aqui o polvilho que uso, pois têm-me perguntado por ele.



Espero que gostem.


terça-feira, 21 de março de 2017

Pão de aveia e nozes

Não é novidade por aqui a minha paixão por pão. Adoro experimentar novas receitas  e cada uma é uma descoberta de novos e deliciosos sabores. Este pão que hoje apresento foi dos mais saborosos que já fiz. Muito fofinho, com o delicado sabor do mel e  o crocante das nozes, fez as nossas delícias.
























Receita ( Orquestra de panelas):


2 chávenas de farinha de trigo
1 chávena de farinha de centeio
1/2 chávena de flocos de aveia
1 colher de chá de sal
1 saqueta de fermipan ( 10 gr)
4 colheres de sopa de mel ( ou agáve)
2 colheres de sopa de óleo
1 chávena de água ( pode ser preciso um pouco mais)
3/4 de chávena de nozes ligeiramente tostadas

água para pincelar
flocos de aveia e sementes de sésamo  e de abóbora para polvilhar



Colocar no copo da Bimby uma chávena de farinha de trigo, a água e o fermento. Programar 1 minuto, velocidade 3, temperatura 37º. Deixar descansar durante 10 minutos.

Acrescentar  as restantes farinhas, o mel, o sal e a água. Bater 20 segundos, velocidade 4 e 4 minutos velocidade espiga. Por fim, acrescentar as nozes e bater alguns segundos, velocidade 3.

Deixar levedar para o dobro.

Untar uma forma de bolo inglês ( uso  a Ultra Pro da Tupperware de 1,8l) e colocar lá a massa. Deixar levedar até dobrar de volume.

Pincelar com água e polvilhar com as sementes .



Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 30-35 minutos.



Espero que gostem.

















domingo, 19 de março de 2017

Battenberg cake para o Dia do Pai

Já há muito tempo não conseguia participar no desafio do Sweet World, proposto pelas amigas Lia e Susana respetivamente dos blogues Lemon and Vanilla e Basta Cheio. No entanto queria fazer um miminho para o Dia do Pai e este bolo pareceu-me o adequado. Bonito e elegante e com ingredientes de que gosto muito, pareceu-me valer o esforço. Não tenho grande jeito para decorações e as minhas receitas são geralmente bastante descomplicadas ou então sou eu que me encarrego de as simplificar. No final, devo dizer que fiquei satisfeita com o resultado. Pode não estar  uma maravilha ou uma perfeição ( e a cozinha parecia um campo de batalha quando o terminei, rsrs) ,mas cumpriu os seus objetivos.

























Consta que o bolo Battenberg foi uma criação dos ingleses para comemorar o casamento de uma neta da rainha Vitória com o príncipe alemão Louis de Battenberg. O bolo nem é muito complicado de se executar , mas temos de ter em atenção que as tiras devem ficar do mesmo tamanho para que a fatia resulte o mais perfeita possível. Os retângulos são pincelados com doce de morango e por fim envoltos numa camada de massapão. Usei a receita da Lia, pois gosto muito do sabor dos pistácios e também porque achei as cores verde e rosa muito bonitas.


Ingredientes para o bolo:

40 gr de pistácios sem casca
180 gr de manteiga
180 gr de açúcar
3 ovos médios
180 gr de farinha de trigo com fermento
baunilha q.b
corante alimentar nas cores verde e rosa

Para finalizar:

250 gr de massapão ( usei de compra e só havia em rosa )
5 colheres de sopa de compota de morangos ( usei a minha caseira de morangos e ruibarbo)



  1-Pré-aqueça o forno a 160º ( forno com ventoinha; 170º se o forno não tiver ventoinha)

Untar uma forma quadrada  com 20 cm e forrar com papel vegetal. Moldar o papel de forma a que a forma fique dividida em dois.


2- Reduza os pistácios a farinha.

3-Pese uma taça e anote o valor.

4-Bater o açúcar com a manteiga durante 5 minutos até formar um creme esbranquiçado. Acrescente os ovos, um a um, sempre batendo. Adicione uma colher de sopa de farinha e bata bem. Junte a restante farinha peneirada, com uma espátula, e envolva suavemente.

5- Volte a pesar a taça com a massa. Faça a diferença entre esse valor e o peso da taça inicial. Distribua metade do conteúdo por cada taça. A uma , junte os pistácios e umas gotas de corante verde e à outra a baunilha e umas gotas de corante rosa.



6- Distribua as massas pela forma e leve ao forno durante 30-35 minutos. Faça o teste do palito. Retire do forno e deixe arrefecer completamente.



7- Entretanto polvilhe uma superfície com um pouco de açúcar em pó e estenda o massapão com o rolo de modo a obter um retângulo com 3 mm de espessura  e cerca de 35x25 cm .

8- Cortar  os retângulos em dois. Pincelar cada retângulo a toda a volta com doce de morango. Sobreponha-os de modo a formar um xadrês.
 Com uma faca bem afiada cortar os excessos do massapão, bem como as extremidades do bolo.

9- Colocar o bolo num prato e decorar a gosto.







Espero que gostem.






sexta-feira, 17 de março de 2017

Queques de coco com leite condensado

Fiz estes bolinhos para levar ,o passado fim de semana, para as Furnas. A receita é muito prática e .claro, para amantes de coco . Vi-a no blogue da minha querida amiga Maria Rosa e do seu delicioso Saberes com sabores e decidi logo que seriam a escolha ideal. Para ficarem ainda mais gulosos, cobri-os com chocolate, pois acho que o coco combina muito bem com chocolate.
























Receita:

1 lata de leite condensado
120 gr de coco ralado
4 ovos
100 gr de farinha com fermento ( usei farinha de arroz)
raspa e sumo de uma lima
3 colheres de sopa de óleo de coco



Bater todos os ingredientes no copo misturador ( na Bimby no meu caso) e distribuir a massa pelas forminhas.

Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 20 minutos.





































































Espero que gostem.