quinta-feira, 31 de março de 2016

Panquecas com recheio de chocolate


Quem não gosta de panquecas? Eu gosto imenso e sabem-me particularmente bem aos fins de semana ou nas férias, quando são saboreadas com tempo e com calma, tal como penso que merecem. Esta receita foi amor à primeira vista quando a vi no blog da amiga Lia ( Lemon and Vanilla). Já as fiz há algum tempo,mas são tão gulosas que resolvi partilhá-las aqui. Só o recheio foi ligeiramente diferente. A Lia usou Nutella e eu fiz com este recheio maravilhoso de chocolate e ...manteiga de amendoim da Reese. Não são exactamente para amigos do saudável e pouco calórico, mas aposto que não há quem lhes  consiga resistir.




Receita:

200 gr de farinha
1 1/2 colheres de chá de fermento
3 colheres de sopa de açúcar
3 ovos grandes
25 gr de manteiga derretida
200 ml de leite
200 gr de Nutella



Bater bem todos os ingredientes. Numa crepeira ou frigideira untada com um pouco de manteiga ( usei spray) colocar umas colheradas de massa. Por cima uma colher de Nutella ( ou um pouco mais se forem muito gulosos). Por cima da Nutella mais um pouco de massa.






Cozinhar as panquecas por 1 ou 2 minutos e quando o lado de baixo estiver douradinho, virá-las para que cozinhem do outro lado

Servir as panquecas só assim ou com um pouco de mel.

Espero que gostem.



segunda-feira, 28 de março de 2016

Bolo com os resíduos do licor de leite

Quando publiquei a receita do licor de leite aqui, disse que ,com os resíduos , se fazia um bolo tradicional e muito saboroso. Fiz ontem para a sobremesa de domingo de Páscoa. Embora não seja uma receita típica desta quadra, resolvi fazê-lo pois a minha mãe juntou a família e este é dos bolos preferidos da minha irmã. O sabor do licor , rico em especiarias, está lá, embora de forma bem mais suave.
























Ingredientes:

500 gr de açúcar
500 gr de farinha
8 ovos
4 colheres de sopa de manteiga
4 colheres de sopa ( rasas) de fermento
1 chávena de leite
os resíduos do licor de leite

Bate-se o açúcar com as gemas e a manteiga até formar um creme. Acrescentam-se os restantes ingredientes e bate-se bem. Pode-se  juntar nozes,mas é facultativo. Eu juntei uma vez que o bolo ia ser a sobremesa de festa. No fim, envolvem-se as claras em castelo.
Vai ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 40 minutos ( depende dos fornos e convém sempre fazer o teste do palito)


O bolo só assim fica pronto. De novo, como era para o almoço de festa, cobri-o com uma ganache de chocolate.

100 ml de natas
100 gr de chocolate de culinária

Aquecem-se as natas ( usei o micro-ondas) e depois junta-se o chocolate partido. Vai-se mexendo até que o chocolate fique derretido.Cobre-se o bolo.





























Espero que gostem.

sexta-feira, 25 de março de 2016

Bolachinhas para uma doce Páscoa

Gosto muito de fazer bolachas e tenho várias receitas aqui no blog ( é só irem ver ao separador "bolachas"). Quando os meus filhos eram pequenos e ainda estavam em casa fazia-as muitas vezes. Hoje  fiz estas com motivos de Páscoa e com cores da primavera que, timidamente, começa a dar sinais da sua graça, quanto mais não seja pela explosão de cores ...nas flores. São para oferecer à minha sogra. Gosto sempre de lhe levar um miminho doce e estas bolachinhas são isso mesmo.



Ingredientes ( uma receita básica que dá sempre certo)

250 gr de farinha
125 gr de manteiga
100 gr de açúcar
1 ovo
aroma ( opcional e à escolha; usei de pistachio)

Batem-se os ingredientes com a batedeira ou à mão ( claro que uso a Bimby - 30 segundos, velocidade 5).
Forma-se um disco com a massa ( para ser mais fácil depois estender com o rolo), envolve-se em papel vegetal e guarda-se no frigorífico durante ,pelo menos, 30 minutos.
Nota:fiz as minhas de véspera e hoje foi só decorar.

Estende-se a massa com o rolo e recortam-se as bolachinhas com o formato que se quiser. Levam-se ao forno pré-aquecido a 180º durante 15 minutos ou até que estejam loirinhas. Deixam-se arrefecer e decoram-se.


Decoração:
1 chávena de açúcar confeiteiro
1 colher de sopa de Karo ( xarope de milho que comprei na loja americana)
1 colher de sopa de leite quente

Mistura-se tudo. Juntam-se os corantes desejados ( um pingo só e o suficiente;o azul ficou um pouco forte pois caiu mais do que um pingo). Decoram-se as bolachinhas a gosto.




























Esta é uma atividade que pode ser feita com a ajuda das crianças que , de certeza, vão adorar ( os pais nem tanto,eheh). Espero que gostem.

terça-feira, 22 de março de 2016

Licor de leite



O licor de leite é tradicional da ilha de S. Miguel ( não sei se será também das outras ilhas) e é muito apreciado.A receita é bem antiga. Lembro-me de ver a minha mãe fazer e antes dela já a minha avó também fazia. Os licores, tradicionalmente, são feitos pelas festas ( Natal e Páscoa), embora tenha feito o meu porque tive vontade,não por um motivo especial. O sabor é muito característico, delicioso e suave graças à adição da baunilha e do limão. Como todos os licores, quanto mais antigo mais saboroso, pois quanto mais tempo passa,mais ele fica apurado. Que não haja pressa na sua confeção, pois este licor demora vários dias a ser filtrado, sem contar com os que ficou de infusão,mas o resultado compensa. Antigamente usava-se leite crú, mas hoje em dia já não se encontra. Usei leite gordo. Tentei primeiro com leite magro ,mas não ficou bom.






Ingredientes:

1 l de leite ( gordo ou meio-gordo)
1 kg de açúcar
raspa de 1 limão e meio limão às rodelas
1 vagem de baunilha
1 pau de canela
1 l de álcool próprio para licores ( atenção que não é o de uso sanitário; aqui nos Açores vende-se álcool próprio para licor. Quem não encontrar pode fazer com aguardente,mas o sabor não é o mesmo)
1 chocolate de leite



Colocam-se todos os ingredientes num frasco ou num recipiente que possa ser fechado. Agita-se tudo e guarda-se durante nove dias. Todos os dias ,deve-se agitar vigorosamente a mistura. 


Ao fim dos nove dias, filtra-se o licor com um filtro próprio ( mais grosso do que o normal,pois a mistura fica pastosa). Demora dias a filtrar, mas no fim ficamos com um licor delicioso.


Os resíduos que ficam no filtro são aproveitados para fazer um bolo muito saboroso e também tradicional. Hei de fazê-lo e partilhar a receita dentro de alguns dias.
Espero que gostem.


domingo, 20 de março de 2016

Tarte de morangos com creme de limão

Os morangos começam a aparecer e são uma fruta de que gosto muito. Gosto da sua cor rica e do sabor, para além de ficarem lindos em qualquer sobremesa. Esta tarte, muito fácil e deliciosa, já foi feita há uns anos aqui no blog,mas resolvi publicá-la mais uma vez. A receita foi de um velhinho livro de culinária da Vaqueiro. Só adaptei o creme de limão à Bimby.























Ingredientes:

Forrar a tarteira com massa de compra ( podem fazê-la de raiz,mas não tive muito tempo). Levar ao forno a 180º durante 12 minutos. Deixar arrefecer.

Recheio:

raspa e sumo de meio limão
60 gr de manteiga
100 gr de açúcar
2 ovos

Leve a lume brando todos os ingredientes, mexendo sempre até obter um creme com a consistência de uma maionese.

Na Bimby: colocar as cascas de limão e o açúcar e pulverizar uns segundos na velocidade 8/9. Acrescentar os outros ingredientes e programar 8 minutos, temperatura 100º, velocidade3.

Deitar o creme na base já arrefecida. Decorar com :
300 gr de morangos.













































O coelhinho no naperon foi um  dos meus últimos trabalhos em pintura. Mostro depois.
Espero que gostem.

sexta-feira, 18 de março de 2016

Baguete com sementes de sésamo

Tenho evitado o pão, pois como gosto imenso ,custa-me muito resistir. No entanto o meu marido andava a queixar-se:"então nunca mais vou comer aqueles pães tão saborosos?". Vi esta receita nas formas de baguete que tinha comprado e, como era pouca quantidade, decidi fazer para ele ( eu consegui resistir,rsrs). Ah: o cheirinho que se espalhou pela casa... há lá coisa melhor do que pão acabado de cozer? O J. adorou e agora partilho com quem quiser experimentar.

Baguete com sementes de sésamo ( receita que veio na forma )




Ingredientes:

250 gr de farinha
10 gr de levedura
125 gr de água morna
6 gr de açúcar
3 gr de sal
45 gr de manteiga ( usei Becel líquida)
sementes de sésamo q.b.

Colocar numa tigela todos os ingredientes ( menos a manteiga). Amassar durante uns minutos. Adicionar a manteiga e voltar a amassar. Deixar fermentar até dobrar de volume. ( Na Bimby colocar todos os ingredientes e programar 4 minutos velocidade espiga. Acrescentar a manteiga e bater mais uns minutos, velocidade espiga) .

Dar forma,fazer uns cortes e deixar repousar novamente. Polvilhar com as sementes de sésamo.




Aquecer o forno a 250º durante 5 minutos. Pulverizar o forno com água para criar vapor ( este "truque" vi num programa de televisão). Colocar lá as baguetes e reduzir o forno para 200º. Cozer durante 15 minutos. Retirar do forno e colocar as baguetes numa grade para que não fiquem húmidas.



































































Espero que gostem.

terça-feira, 15 de março de 2016

Pão " pull-apart" de açúcar e canela


Tenho muitas receitas com massas lêvedas, mas sempre que aparece uma nova, fico logo com imensa vontade de a experimentar. Esta receita que trago hoje não é novidade nenhuma na blogosfera. Já a vi em vários blogues e hoje chegou a minha vez. Não é muito complicada de se fazer, embora não tenha posto o passo a passo. Podem vê-lo no link que deixo abaixo, pois foi de lá que tirei a receita.
Só posso dizer que todos os que provaram este pão "pull- apart" o adoraram e já pediram para eu repetir. Fica fofinho por dentro e com aquela crosta estaladiça por fora... enfim uma delícia! Não fiquem por mim... experimentem!








Receita daqui:

Ingredientes:

500 gr de farinha
 1 carteira de fermento de padeiro ( 11 gr)
1/4 de chávena de açúcar
2 ovos
1/3 de chávena de leite
1/4 de chávena de água
50 gr de manteiga


Podem usar a máquina de pão,mas eu usei a Bimby. Bater todos os ingredientes 30 segundos velocidade 4 e 4 minutos velocidade espiga. Deixar levedar até dobra de volume.

Depois de lêveda, amassar ligeiramente a massa para lhe retirar o ar. Estender com o rolo até formar um rectângulo. Cobrir com:

50 gr de manteiga derretida
1 chávena de açúcar + 2 colheres de chá de canela


Cortar a massa às tiras e cada tira em pedaços que se colocam em cima uns dos outros com cuidado para não desperdiçar o recheio de açúcar e canela. Colocar as fatias numa forma de bolo inglês untada. Aproveitei o açúcar que caiu das "folhas" para polvilhar o pão o que lhe deu uma deliciosa crosta estaladiça. Deixar levedar durante 30 minutos.

Aqui já depois de ter levedado novamente.




Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 30 minutos ou até que esteja cozido.




































































Agora é só ir tirando os pedaços do pão ( não é preciso faca) e deliciar-se. Espero que gostem.






















sexta-feira, 11 de março de 2016

Pudim de papaia na panela de pressão



Tenho andada afastada do blog e dos cantinhos das amigas também, devido a uma forte gripe que me deixou bastante abatida.  A todas que por aqui passam e deixam sempre uma palavra de carinho o meu muito obrigada.
Este pudim que trago hoje foi feito com uma papaia. No entanto, podem até dispensar a fruta se dela não gostarem ou até escolherem outra da vossa preferência. Fica suave e não muito doce ( o que não agradou ao meu marido cujo lema é: se é um doce tem de ser doce!!! ). Fica, pois, ao vosso critério acrescentar açúcar a gosto.






Ingredientes:
1 papaia (  sem casca e sementes)
1 lata de leite condensado
500 ml de leite
6 ovos
40 gr de farinha Custard
raspa de um limão
caramelo q.b. para forrar a forma


Modo de fazer:
caramelizar a forma com o caramelo ( usei de compra,mas podem fazê-lo pelo método tradicional). Reservar.

Na Bimby ( ou no copo misturador) colocar todos os ingredientes e bater tudo ( 20 segundos, velocidade 5). Verter na forma, tapar e colocar na panela de pressão com água até metade ( ou um pouco menos). Quando começar a rodar o pivô reduzir para o mínimo e contar 30 minutos. Deixar arrefecer e desenformar.















































Espero que gostem.